Início | Bio | Transparência | Galeria | Links | Contactos
      English
  OK  
Parlamento
Arquivo
Artigos
Notícias
direitoshumanos
segurancaedefesa
libia
integridadeetransparencia
fiscalidade
submarinos
envc
justicaeassuntosinternos
vistosgold
vooscia
 
 
Notícias
15/01/2019
Declaração Escrita | Debate na Sessão Plenária de Estrasburgo, na presença do Conselho e da Comissão Europeia, sobre a reforma da política migratória e de asilo da União Europeia, à luz da crise humanitária continuada no Mediterrâneo e em África

A saga do Seawatch3 mostra a hipocrisia de governos europeus que se dizem cristãos, mas nem sequer o Papa ouvem. A Comissão bem pode agora agradecer-lhes, mas os governos de Itália e Malta foram quem impediu 49 náufragos de desembarcar durante mais de 2 semanas, mesmo quando 10 governos já se dispunham a acolhê-los. Valeram-nos as ONGs que persistem em salvar vidas.
Os cidadãos precisam de saber que é o Conselho, onde se sentam os governos, que está bloqueado na reforma do regulamento de Dublin, impedindo uma política comum de asilo. O Parlamento fez o seu trabalho.
A fictícia "Guarda Costeira" Líbia, os processos de Khartoum e Valetta, o "acordo" UE-Turquia e acordos de readmissão invocados hoje pela Presidência romena, tal como as horrendas "vallas" em redor de Ceuta e Melilla, são produtos duma ilusória "fortaleza Europa". E, de facto, alimentam o negócio das máfias de traficantes de seres humanos, que exploram a falta de vias legais e seguras para o acesso de migrantes e refugiados.
Bloqueado nesta matéria, o Conselho afunda valores e o futuro da Europa, ajudando a espalhar populismos e ódio xenófobo. Como o que assassinou um corajoso político que os combatia em Gdansk.

 

*Declaração escrita submetida pela Deputada Ana Gomes, ao abrigo do ponto 11 do Artigo 162 do (Repartição do tempo de uso da palavra e lista de oradores) do Regimento do Parlamento Europeu, segundo o qual "os deputados que não tenham usado da palavra num debate podem, no máximo uma vez por cada período de sessões, apresentar uma declaração escrita que não exceda 200 palavras. Essas declarações escritas são anexadas ao relato integral das sessões".

 
 
Desenvolvido por: mediaFoundry © 2019 Ana Gomes. Todos os direitos reservados.